em de

O governo Bolsonaro agora quer monitorar os bispos da Igreja Católica

Como brasileiro, fico envergonhado de ver o nível que esse país está chegando com este governo de fascistas e conspiradores

Já é ridículo um governo despreparado com ministérios repletos de incompetentes e sem experiências e agora vem essa ideia de monitorar os bispos da Igreja Católica que vão participar do Sínodo da Amazônia, em outubro, em Roma.

O governo do Jair Bolsonaro (PSL) está sempre nos noticiários de forma ridicularizada sendo protagonista de alguma asneira. Tudo isso devido os discursos de acabar com os “viés ideológicos”, que não é nada mais do que a forma da esquerda governar para os pobres. Ele quer acabar com isso porque incomoda os poderosos.

Agora supor que a Igreja Católica é aliada do PT, isso é um tremendo absurdo! De fato, a Igreja Católica sempre irá apoiar quem está do lado dos pobres, que não é o caso do seu governo. Por isso, prevejo que nunca terão uma relação amigável. Mas não significa que a Igreja é um braço do PT. Além do mais, nenhuma igreja deve se compactuar com ideias extremistas que pretendem acabar com meio ambiente, a iniciativa popular, direitos sociais e direitos humanos.

Como brasileiro, fico envergonhado de ver o nível que esse país está chegando com este governo de fascistas e conspiradores. E a tendência é piorar!

*Os comentários não representam a opinião do blogue, a responsabilidade é do autor da mensagem. Antes de comentar, leia os Termos e Condições de Uso.

Deixe sua opinião

opressão, censura, rope-1655780_1280

Os desafios de um jornalista em cidade pequena

ódio,briga, discussão, pair-707509_1280

O discurso de ódio está dominando a internet