em de

Governo Bolsonaro erra até nas propagandas

O governo Bolsonaro envergonha o Brasil no mundo e depois torra o dinheiro público com propagandas para melhorar sua imagem

Governo Bolsonaro erra até nas propagandas. Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

O “desgoverno” do presidente eleito através de ‘fake news’, Jair Bolsonaro (PSL), deveria logo assumir o papel de circo. Envergonha o Brasil no mundo e depois torra o dinheiro público com propagandas para melhorar sua imagem, porém, os erros de grafia no texto em inglês na propaganda oficial não é bom para quem já está com a imagem queimada lá fora.

Eu erro, tu erras, ele erra: isso é normal, mas ele não acerta uma. Até a propaganda sai errada.

Confira os erros

A palavra “soberana” foi escrita como “sovereing”, enquanto o correto é “sovereign”. Já no segundo, a palavra “sustentável” foi escrita como “susteinable”, em vez de “sustainable”.

Governo Bolsonaro erra até nas propagandas. Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

Para muitos, isso pode ser normal, mas não é. Dizem que “a propaganda é a alma do negócio” e o “cartão postal da empresa”, então não pode conter erros. Ainda mais se tratando do Governo Federal.

Segundo o UOL, “a correção foi feita depois que o jornal Folha de S. Paulo enviou um questionamento sobre os erros ontem (5). A postagem da propaganda, por meio da ferramenta Google Ads, foi removida e devidamente corrigida; embora as demais propagandas com erro ainda estejam circulando na internet”.

E a empresa assumiu os erros

Em comunicado enviado à imprensa, a empresa de comunicação Calia se responsabilizou por erro e lamentou o ocorrido: “Na campanha Amazon by Brasil, produzida pela Calia para a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, cometemos dois erros de grafia: as palavras “sustainable” e sovereignty” estavam escritas de forma equivocada. Lamentamos o ocorrido pedindo desculpas à Secom e aos brasileiros”.

*Os comentários não representam a opinião do blogue, a responsabilidade é do autor da mensagem. Antes de comentar, leia os Termos e Condições de Uso.

Deixe sua opinião

Ilustração. Foto: Pixabay

Corruptos pela própria natureza